Manteiga Ghee: pode ser consumida por atletas?
abril 23, 2020

Muito conhecida na culinária indiana, a Manteiga Ghee vem ganhando mais espaço nas receitas e na alimentação dos brasileiros, pois tem um sabor marcante e intenso.

Não precisa de refrigeração pois é um óleo puro e, se conservado ao abrigo da luz dura até dois anos sem alterar seu sabor. Na Índia, o ghee envelhecido por 10 anos ou mais é chamado Purana Ghrita - um precioso medicamento utilizado na Medicina Ayurveda para distúrbios neurológicos, contém também em quantidades significativas de vitamina A, um excelente antioxidante que protege as células dos radicais livres e quantidades menores de vitaminas D, E e K, além disso é fonte natural de Ácido Butírico (inexistente nos outros óleos) que promove saúde, fortalecimento e proteção das células intestinais.

Esse alimento é feito com manteiga de vacas que se alimentam exclusivamente de pasto é fonte natural de Ácido Linoleico. Estudos comprovam que seu consumo promove sensação de saciedade e auxilia o nosso corpo a transformar gordura em energia, ou seja: potencializa o metabolismo.

O Ácido Linoleico produz aumento na massa corporal magra, diminuição do acúmulo de gorduras e tem um papel importante no crescimento muscular. Existem evidências que também inibe o mecanismo que leva o nosso corpo a acumular gordura e faz com que ele use nossas reservas de gordura como fonte de energia. "No Brasil, a produção de ghee utilizam-se apenas manteiga de gado que come capim, vacas que não ficam sob confinamento para garantir alta vitalidade e nutrientes."

O ghee é essencialmente composto por Triglicerídeos de Cadeia Média - TCM: fonte energia imediata e de longa duração. Essas gorduras são digeridas e metabolizadas rapidamente pelo corpo e não armazenadas em depósitos. Isso facilita o consumo pelo músculo e diminui a degradação do glicogênio muscular. Por isso, contribui melhorando a potência e a resistência muscular durante o esforço físico.

Ou seja, pode e deve ser consumida por atletas. Inclusive pode ser usada em preparação dos alimentos devido a sua composição fundamental ser de ácidos graxos saturados de cadeia média, pode ser aquecido até 250oC sem queimar ou oxidar. Óleos vegetais insaturados e poli-insaturados (soja, milho, girassol e canola) são frágeis e sensíveis à temperaturas superiores à 80oC, quando aquecidos rompem suas ligações moleculares e liberam radicais livres que se tornam tóxicos à saúde do corpo.

Porém, como não possui água, proteínas ou carboidratos, 100% das calorias da ghee são provenientes somente de gordura mesmo. Em resumo, é um alimento com alta densidade energética – uma colher de sopa tem incríveis 120 calorias. “Por isso ela não deveria ser consumida por quem precisa perder peso e claro vale lembrar que é uma gordura e assim como qualquer outro alimento tem que ser consumido com moderação, ideal" consumir apenas 1 no máximo 2 x ao dia.

Bianca Passos "Nutri que corre"
Nutricionista Clínica, funcional e Esportiva.
@biancapassosnutriquecorre 

marketing
Siga no Instagram
Instagram
Programe seu próximo evento