Você sabe quais são as fases da corrida?
junho 23, 2020

Primeiramente, Vamos identificar a principal diferença entre caminhada e corrida. Você sabe qual é?

De uma forma simples, na caminhada, um dos pés sempre está em contato com o solo. Já na corrida, temos a fase de vôo, que é o momento em que os dois pés estão fora do solo.

A caminhada é a forma que utilizamos para nos locomover. Esse processo se chama marcha, que mesmo tendo um padrão, todos nós temos uma forma específica de executá-la, por isso, muitas vezes conseguimos identificar alguém de longe só pela forma como ele caminha, não é mesmo?

Na corrida não é diferente. Cada pessoa tem um padrão de movimento de acordo com o princípio da singularidade. Todos somos diferentes por conta dos nossos vícios e compensações posturais, por exemplo. Porém, o princípio da similaridade nos torna iguais em muitos aspectos, pois somos todos seres humanos com forma física já definida. Por isso, dá para dizer que existe sim um padrão do movimento da corrida, mas cada pessoa se adequa da forma que seu corpo permitir, dentro das suas limitações e características.

Entende-se que a corrida é uma sequência de saltos unipodais (com uma perna só) coordenados e alternados. Então, vamos às fases:

(Antes de tudo, tente imaginar apenas umas das pernas para identificar as fases,ok?)

1. Fase de apoio: Corresponde ao período em que um pé está em contato
com o solo. Fase responsável pela sustentação, estabilidade e propulsão.

2. Fase de vôo: Momento em que não existe contato com o solo com nenhum dos pés;

3. Fase de balanço ou recuperação: Momento em que ocorre o avanço do membro à frente, sem estar em contato com o solo.

As fases são fáceis de identificar em filmagens e em avaliações biomecânicas, e cada fase possui a sua característica ideal para uma corrida mais eficiente. Lembrando que a eficiência do movimento da corrida depende de muitos fatores, como já falamos anteriormente.

Entenda e tenha consciência do movimento da corrida e considere fazer alguns ajustes - quando necessários - com a orientação de um profissional da área.

Estar forte, estável, controlar volume X intensidade, são fatores muito importantes para uma corrida eficiente e com menos risco de lesões. Além disso, ter a consciência do movimento, sem dúvida só acrescenta para quem busca melhor performance ou apenas correr de forma mais leve e prazerosa, com menos dores e mais eficácia!

Renata Nicolao
@renatinhanicolao
Triatleta Amadora e Personal Trainer
CREF 12798 G/SC

Imagens: Man photo created by master1305 - www.freepik.com
Woman photo created by jcomp - www.freepik.com

marketing
Instagram
Programe seu próximo evento