Odisseia: Mais que uma prova de Ultra trail
outubro 19, 2021

Odisseia é mais que uma prova de ultra trai , é uma vivência! São três dias vivenciando juntamente com atletas e organizadores o que é a Odisseia. É uma experiência única pela energia de todos, pelos lugares paradisíacos do percurso em meio aos cânions da Serra Catarinense, pelos acampamentos onde somente os envolvidos podem estar presenciando, pelos desafios e dificuldades de uma prova de trail de longas distâncias em três dias com acampamentos em meio ao percurso, pela logística de toda a equipe para preparar e montar os acampamentos bem como a alimentação para todos os atletas e envolvidos, e pelo amor e carinho dos organizadores que fazem o que gostam e por isso fazem com o coração e fazem desta experiência ser inesquecível a todos.


Foto: Emanuel Galafassi

Para nós fotógrafos, é incrível a experiência e oportunidade de poder registrar todos estes momentos vividos pelos atletas e organizadores , por poder acompanhar em meio ao percurso lindo escolhido para a prova, lindo, porém duríssimo. O que tem de encantador tem de difícil, terreno com muitos trechos de charco, ventos fortíssimos, muita neblina, clima de montanha, ou seja, com todos os possíveis climas em um dia só.


Foto: Emanuel Galafassi

Nossa logística para fazer a cobertura fotográfica tem que ser bem planejada , são três dias longos de trabalho, com muitos cenários indispensáveis para registrar a passagem do atleta, então tentamos sempre contemplar os pontes fortes dos trechos onde os atletas poderão ter as melhores recordações das paisagens e dificuldades.

Para isso, temos que correr muitas vezes atrás do tempo e pelo percurso ou ainda caminhar muitos quilômetros com mochila nas costas de equipamentos fotográficos mais equipamentos para acampamento, Sim, pois se a escolha for ir a um trecho bastante esperado pelos atletas pela sua beleza, temos que ir até lá, e para isso são 20 km por exemplo, até o ponto do Campo dos Padres, 10 km para ida e 10km para retorno, com direito a acampamento selvagem no caminho para aguardar os atletas chegarem ao ponto mais alto nas primeiras horas da manhã.

Como é montanha, tudo é esperado, chuva, sol, vento, lama, frio e calor. Neste caso, foi chuva e charco de afundar até os joelhos, 10km que não rendiam, se não fosse a ajuda de atletas experientes que estavam conosco como staff da prova, estaríamos lá no trecho até hoje ... sim! Sabe aquela ajuda para resgatar a perna afundada num charco? Bem assim! Mas faz parte, é claro, trail é isso! São dificuldades que encaramos para no final registar aquela foto com aquele cenário incrível de fundo, um dos mais belos visuais da prova, o Campo dos Padres, é chegada a hora, primeiro atleta e : cadê o visual? Cadê o atleta? Não estou enxergando nada! Minha lente não está focando! Oi? Neblina? SIM! Neblina profunda de enxergar o atleta á apenas 5 metros na sua frente ... Rimos de nervoso né! Mas foi registrado a realidade do momento, o cenário do momento, a dificuldade e obstáculos que eles tiveram que enfrentar, afinal se guiar em um campo com neblina acirrada e ventania não é de fato nada fácil.


Foto: Emanuel Galafassi

Por estas e várias outras que somos fãs dos atletas, eles que nos motivam e nos inspiram, cada desafio que passam com sorriso no rosto nos inspiram cada vez mais. Nosso muito obrigado, sempre! E assim escrevemos nossa Odisseia!


Texto por: Adrianne Carmignan
Instagram: @adrianecarmignan @emanuelgalafassifotografia

marketing
Instagram
Programe seu próximo evento